Busca

Garota Brasileira

Temas envolvendo moda, atualidade, cultura e muitos outros.

As duas faces da laranja

Em uma briga existem dois lados: o que julgamos certo e o que julgamos errado. Porém, o que muitas vezes não paramos para refletir é que ambos os lados têm suas razões. Geralmente, quando estamos envolvidos em discussões, sejam elas pequenas ou grandes, temos a “certeza” de que estamos certos, que nossas opiniões são as certas e que o outro lado será sempre a ovelha negra da história.

Isso é natural, porém, temos que ter sã consciência de que não somos os donos da verdade. Se um indivíduo pensa de tal forma, quem somos nós para julgarmos a opinião dele? Cada um faz da sua vida o que bem entender.Eu parei de discutir religião e política, pois, são assuntos que não irão nos levar a conclusão nenhuma, porque é impossível mudar a forma como qualquer pessoa pensa. Elas tem as formas delas, assim como nós temos as nossas e ficamos putos quando alguém a critica.

Muitas discussões não têm fins e muitos acabam amizades de anos, porque só olham o seu lado como o certo e, tamanho é o orgulho que, não tem nem coragem de voltar atrás e pedi desculpas ou, então, ao menos tentar entender o outro lado da história.

Portanto, antes de discuti com qualquer pessoa reflita se essa discussão terá fundamento. Pois não somos obrigados a concordar com tudo que as pessoas falam e vice e versa. E se houver compreensão de ambos os lados será uma discussão bem mais saudável, sem destruí laços, sejam eles amorosos, familiares, de amizade, dentre outros.
Beijos!

Anúncios

Tag: Blogueira iniciante

Oi, meninas.

Hoje vou publicar minha primeira Tag, chamada Blogueira iniciante. Queria muito me gravar respondendo, porém isso é tudo tão novo para mim e não sei se me sinto confiante de frente pra uma câmera ainda. Mas isso não quer dizer que nunca iniciarei um canal no YouTube, até já tenho, mas nenhum vídeo postado.

Vi a Tag no blog Se Joga na Make e espero que gostem.

1. Qual seu nome? Quantos anos tem? E qual seu blog?
R: Júlia Garcia, 16. Meu blog é o Garota Brasileira.
2. Porque começou o blog?
R: Sempre gostei muito de escrever e compartilhar o que sei. Achei interessante começar e pra mim está sendo muito bom escrever o que me dá na telha.
3. A quanto tempo estão ativos?
R: Há menos de um mês ou quase um mês.
4. Você tem ou teve alguma guru de inspiração?
R: Várias. Eu gosto muito da Nina Secrets, Bruna Vieira, Fabi Santina, Kah Bachini, Claudinha Stoco, Kéfera, Lully, Ana de Cesaro…
5. O que a sua família acha disso?
R: Super apoiam. Acham legal esse ideia e boa parte já acompanha.
6. Que tipo de conteúdo há em seu blog e canal?
Por enquanto, nenhum fixo. Expresso minha opinião sobre o que tem acontecido, sobre moda…
7. Pretende exercer alguma profissão nesse ramo?
R: Por enquanto, não.
8. Cite uma blogueira iniciante que você está acompanhando ou acompanha sempre.
R: Vic Fiori, do blog Garota Oculta.

Espero que tenham gostado! Beijos…

Seja você

lokiin_good
Há quem fale: “Nossa, você é muito segura!”, ou quem diga: “você não tem medo nenhum de dizer a verdade, não é mesmo?” A verdade, é que dentro de mim mora uma pessoa muito insegura, que pensa um pouco no que vai falar e se importa (às vezes até demais) com o que os outros pensa e acaba deixando de fazer o que realmente quer.

Aí entra a frase de Taty Ferreira, do blog Acidez Feminina, em seu primeiro livro “Manual da mulher bem resolvida”: “Já que de qualquer maneira serei julgada, nunca vou deixar de fazer o que quero fazer.” Essa frase, inclusive, está na minha capa do Facebook, para ver se eu coloco em prática, e, nos últimos dois meses, até que tem dado certo.

Mas por que nos sentimos inseguras com nós mesmas? Minha resposta vai ser bem clichê: não há o porque. Temos que ser nós mesma, seremos julgadas, isso é fato, mas sinceramente é melhor ser odiada pela maioria e amada por alguns sendo nós mesmas, do que ser amada por todos e não ser nada daquilo que você se mostra ser.

Já tive muitas duvidas sobre meu eu, minha personalidade, e é natural. Sou julgada, por muitos, inclusive. Tenho minha listinha negra, que cresce e vez ou outra diminui, mas tento não deixar de ser eu mesma e de me afastar de pessoas que abaixam a minha auto estima.

A dica que tenho nesse meu primeiro post é que nunca deixem de ser vocês, nem mudem se não por conta própria. Faça o que te satifaz. Aceito emails de desabafos e relatos.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

Garota Brasileira

Temas envolvendo moda, atualidade, cultura e muitos outros.